Início Cruzeiros Costa Venezia, primeiro navio da frota dedicado ao mercado chinês, terá cerimônia...

Costa Venezia, primeiro navio da frota dedicado ao mercado chinês, terá cerimônia de nomeação em Trieste, na itália

COMPARTILHAR

A cerimônia de nomeação do Costa Venezia está marcada. O evento será realizado em Trieste, na Itália, no dia 1º de março de 2019. O navio, atualmente em construção no estaleiro Fincantieri Monfalcone, será o primeiro da Costa Cruzeiros projetado especificamente para oferecer o melhor da Itália ao mercado chinês.

O Costa Venezia é parte de um plano de expansão que inclui a entrega de 7 novos navios à frota do Grupo Costa até 2023, em um investimento total de mais de 6 bilhões de euros. O navio terá 135.500 toneladas, 323 metros de comprimento e capacidade para mais de 5.100 hóspedes, sendo o maior já implantado pela companhia neste mercado. Ele oferecerá uma série de inovações inéditas aos hóspedes chineses, apresentando a eles a cultura e o estilo italiano, a partir de uma decoração inspirada na cidade de Veneza.

A nomeação do Costa Venezia terá uma programação que envolverá toda a cidade de Trieste. Parte das atrações ainda serão anunciadas, mas uma queima de fogos especial poderá ser vista na Piazza Unità d´Itália, a principal praça da cidade. Lá, serão instalados telões gigantes para que os espectadores acompanhem a cerimônia. O evento contará com a presença de 1.500 convidados da China, Coréia, Japão e vários países europeus. Eles terão a oportunidade de conhecer Trieste e seus arredores, já que o navio ficará atracado no município até o dia 3 de março, quando irá partir para seu primeiro cruzeiro.

“Estamos muito felizes em celebrar a nomeação do Costa Venezia na bela cidade italiana de Trieste. A Costa foi a primeira empresa a operar na China em 2006 e, ao longo dos anos, nos estabelecemos como líderes, oferecendo um produto focado na excelência italiana e em inovações inéditas. Construiremos uma nova era para o mercado da Costa e para o mercado chinês, no qual, juntos, promoveremos um grande crescimento”, afirma Mario Zanetti, presidente do Grupo Costa Ásia.

Para o prefeito de Trieste, Roberto Dipiazza, sediar a cerimônia de nomeação é um marco. “Temos muito orgulho desta nova joia, que é o resultado do trabalho dos melhores talentos em construção naval e design italiano que residem em nossa região. Este novo navio representará a chancela Feito na Itália para todo o mundo. Há um forte vínculo entre Trieste e o Grupo Costa, e tenho certeza que essa conexão continuará a se fortalecer no futuro”.

A bordo do Costa Venezia os hóspedes chineses poderão experimentar o melhor da cultura veneziana e italiana. O teatro do navio será inspirado no espaço La Fenice, em Veneza; o átrio principal será uma homenagem à praça de São Marcos, e os restaurantes imitarão a arquitetura típica das vielas e praças venezianas. O navio terá gôndolas verdadeiras e uma festa à fantasia irá recriar a atmosfera mágica do famoso Carnaval de Veneza. Os hóspedes poderão ainda saborear as delícias da cozinha italiana, comprar, nas lojas a bordo, produtos de marcas famosas do país e aproveitar o melhor do entretenimento italiano. Eles também se sentirão em casa graças a uma ampla variedade de pratos da culinária chinesa, do karaokê em estilo oriental e das festas cheias de surpresas e presentes.

O cruzeiro vernissage do Costa Venezia partirá de Trieste no dia 3 de março de 2019 e navegará rumo a Grécia e a Croácia. No dia 8 de março, o navio estará de volta a Trieste para realizar o seu primeiro cruzeiro, uma jornada de 53 dias seguindo os passos do desbravador Marco Polo pelo Mediterrâneo, Oriente Médio, Sudeste Asiático e Leste da Ásia, até alcançar Tóquio. A partir de 18 de maio de 2019, o Costa Venezia se dedicará exclusivamente aos hóspedes chineses, oferecendo cruzeiros pela Ásia com saídas de Xangai.

O Costa Venezia será o segundo navio da Costa nomeado em Trieste. Em 2011, a cidade recebeu a nomeação do Costa Favolosa. Em outubro de 2019, o navio Costa Smeralda, o primeiro no mundo movido a GNL (Gás Natural Liquefeito), entrará em operação também e, em 2020, outro navio projetado exclusivamente para o mercado chinês, irmão do Costa Venezia, será lançado. Atualmente, ele segue em construção no estaleiro Fincantieri, em Marghera.