Início Destaques Cidades do Nordeste para conhecer e curtir o Carnaval

Cidades do Nordeste para conhecer e curtir o Carnaval

COMPARTILHAR
Foto: Reprodução

As belezas naturais e o Carnaval são uma combinação pra lá de atraente. E é essa ‘harmonização’ entre folia e natureza que tornam o Nordeste um dos grandes destinos desta época do ano. Para quem ainda não conhece, é uma boa oportunidade: não vai faltar o que fazer. Veja cinco dicas para aproveitar e se divertir:

Salvador – A festa na capital baiana ocupa parte das ruas da orla já na quarta-feira, dia 19. Mas a folia fica forte mesmo a partir de sexta-feira nos dois grandes circuitos carnavalescos. Os trios elétricos ocupam, aproximadamente, os 4,5 km do circuito Dodô/Barra-Ondina, que liga as praias da Barra e Ondina. Dura cerca de 5 horas, tem grandes camarotes e atrações como: Chiclete com Banana, Claudia Leitte, Ivete Sangalo, Tomate, Daniela Mercury, Banda Eva, entre outros. Já o circuito Osmar Campo Grande é o mais antigo da capital baiana. Percorre o centro de Salvador, partindo do Campo Grande, passando pela Av. Sete de Setembro até a Praça Castro Alves e depois retorna pela Rua Carlos Gomes, totalizando cerca de 4 km. Apesar da festança, é possível aproveitar as praias da cidade, incluindo as mais distantes do centro, como Stella Maris e a famosa Itapuã. Conhecer a Ilha de Itaparica, ver o visual da Baía de Todos os Santos e curtir a culinária baiana também pode fazer parte do programa na cidade.

Recife – Na capital pernambucana, o frevo (principalmente), maracatu, afoxé, samba, pop e outros ritmos de tantos, animam a multidão que toma as ruas, principalmente do Centro, embalada por blocos. O mais famoso deles é o tradicional Galo da Madrugada, considerado o maior bloco do mundo. No bairro Recife Antigo, o palco principal do Polo Marco Zero tem programação com muitos shows.

Olinda – Coladinha à Recife, a cidade colonial de Olinda está a cerca de 10 km da capital, tem um carnaval com personalidade própria, forte, tradicional e divertido, que começa logo pela manhã e rola dia e noite. Os foliões, que se reúnem na esquina Quatro Cantos, não dispensam uma fantasia: não faltam pierrôs e colombinas desfilando pelas ladeiras da cidade ao som de orquestras de pau e corda, maracatu, caboclinho, ciranda e coco de roda. Os bonecos gigantes de papel machê são igualmente populares e podem ser vistos desfilando ao longo da semana do carnaval, que termina na quarta-feira com o desfile do tradicional bloco Bacalhau do Batata.

Porto Seguro – A cidade histórica do sul da Bahia tem um carnaval bastante animado e agitado. Na Passarela do Álcool, a multidão começa a seguir os trios elétricos ainda durante o dia e a festa vai até de madrugada. A cidade também tem vários blocos que desfilam pelas ruas, como o Adão e Eva, Baguncetes, Farrinha e Bloquinho, entre outros. No Arraial d’Ajuda, blocos animam Mucugê e Broadway. No pós-carnaval, de 26 a 28, a folia continua no Complexo de Lazer Axé Moi, na Praia de Taperapuã, mas neste caso a festa é paga: os passaportes custam a partir de R$ 430. Vale mencionar também as praias como uma atração para descansar da folia.

Maceió – A capital alagoana oferece desfile de escolas de samba, bandas, afoxé, orquestras de frevo, grupos de bumba meu boi e blocos de rua, como o Pinto da Madrugada, Turma da Rolinha e As Pecinhas de Maceió. Bailes tradicionais, como Verde e Branco, Seresteiro da Pitanguinha e o Vermelho e Preto, enriquecem a festa na cidade, que é considerada uma das mais animadas de todo o Nordeste.