Início Destaques Ilhabela e seus encantos naturais

Ilhabela e seus encantos naturais

COMPARTILHAR

A maior ilha marítima brasileira atrai mais de 400 mil visitantes na alta temporada

Por Jefferson Cruz

 

Localizada a 210 quilômetros da capital paulista, Ilhabela é um dos destinos do litoral norte paulista mais visitados pelos turistas – locais e estrangeiros – e encanta a todos com sua natureza exuberante, cultura, alta gastronomia e esportes radicais.

Praia dos Castelhanos / Foto: Luis Daniel Molinari -Sectur Ilhabela

Considerada a maior ilha marítima brasileira – 346 km2 de área territorial dos quais 83% encontram-se preservados pelo Parque Estadual de Ilhabela-, este paraíso do ecoturismo com 43 praias, 14 montanhas e 300 cachoeiras atrai na alta temporada mais de 400 mil pessoas que vão em busca de descanso, lazer e diversão.

A jornalista Manuella Tavares, 29 anos, já teve a oportunidade de conhecer a cidade e lembra-se que a primeira vez que a visitou ainda era recém-nascida. “Na primeira viagem, eu estava com 20 dias de vida. Meu tio mora na cidade e passei o primeiro Réveillon com ele. Mas, já fui outras vezes e a última vez foi em junho do ano passado. Era inverno e não consegui curtir muito a praia”.

Mergulho na Ilha das Cabras / Foto: Thiago Guirado- Sectur Ilhabela

Apesar do tempo não ter colaborado para curtir a praia, Tavares afirma que a cidade tem muitas atrações e uma de suas preferidas é caminhar pela Vila e tomar um delicioso sorvete observando o pôr-do-sol. “É um lugar muito charmoso, com livrarias e cafeterias muito gostosas. O que mais amo fazer em Ilhabela são os passeios de escuna até a praia da Fome e Jabaquara. A última vez que fiz esse percurso foi em 2015”.

O rapper norte-americano Gshytt, 29 anos, também já conheceu Ilhabela, mas diferente de Tavares, a ida à cidade foi a trabalho. “Fui a Ilhabela em fevereiro deste ano para realizar um trabalho da MTV Brasil e gostei de visitar uma casa noturna à beira-mar. Havia excelente vista dos iates e as pessoas foram muito acolhedoras comigo. Eu também me lembro da casa que alugamos, pois havia uma vista incrível do topo da colina. A cidade me recebeu de braços abertos. A boa energia me lembrou de Los Angeles”.

Gshytt em Ilhabela. O rapper e ator participou de um programa de televisão. Foto: divulgação

Já a jornalista Jimena Carro, 44 anos, visita a região com maior frequência, pois tem um irmão que mora na cidade e, ao ter mais afinidade ao local recomenda aos visitantes as praias de Castelhanos, Ilha das Cabras e a dos Sinos. ” A paisagem é linda. Para ir à praia de Castelhanos é necessário contratar um passeio de jipe ou buggie ou ter um carro que encare bem um trilha de terra. A praia da Ilha das Cabras oferece infraestrutura de restaurantes e é possível ir nadando até a Ilha das Cabras para um mergulho simples com snorkel – quando a maré estiver baixa. Já a Praia dos Sinos oferece uma curiosidade que são pedras que com leves batidas fazem um barulho ressonante que lembram sinos. Esta opção também possui restaurantes e é mais fácil de estacionar que a das Cabras, que é mais disputada”.

Flyboard- Foto: Paulo Stafani – Prefeitura Ilhabela

A praia do Portinho também faz sucesso entre os turistas e o fotógrafo Edi Sousa recomenda aos visitantes um passeio pelo local. “É muita beleza. A tonalidade da água é diferente das outras praias. O que mais me atraiu foi o contexto de sua beleza natural.  As pedras dialogam com as cores da areia e formam a um bela paisagem. As montanhas e toda área verde nos traz a paz. Não é a toa que é chamada de Ilha Bela!”

 

Canoas na Praia Vermelha – Crédito: Aurelio Rufo-Sectur Ilhabela

Apesar de toda a beleza e de ter as praias mais lindas do litoral norte paulista, Tavares lembra que os turistas precisam ficar atentos aos preços de algumas atrações. “Eu não diria que são baratos, mas existem opções mais em conta. Os passeios de escuna, por exemplo, são mais em conta que as lanchas e você consegue se divertir muito bem. As roupas, acessórios e restaurantes à beira-mar pesam um pouco mais no bolso. Mas, eu sempre morei em praia e sou calejada quanto a isso. Sei onde é possível economizar e onde a gente pode gastar mais um pouco”.

Para evitar os altos custos de estadia, Carro diz que para quem quer economizar a dica é se hospedar em São Sebastião. “A cidade oferece opções mais em conta.  Há a possibilidade de atravessar a balsa a pé e de graça. Tem um restaurante com preço razoável no centro da cidade e os pratos individuais custam cerca de 25 reais’.

Já o fotógrafo Edi Sousa, alega que o único inconveniente é a travessia de balsa. “Por ser um Ilha, apenas há um ponto negativo que é a travessia da balsa que dependendo da situação demora muito, mas mesmo assim ainda vale a pena pela espera”.

 

Principais pontos turísticos

Baía de Castelhanos

Passeio de Jipe

+55 12 3896-6464

Valor: R$ 119,93 por pessoa

 

Museu Náutico Ilhabela

Rua José Bonifácio, s/nº | Bairro da Água Branca, Ilhabela, Estado de São Paulo

Horário de funcionamento: segunda a domingo das10h às17h.

Entrada franca