Início Destaques Palmas: a mais jovem das capitais brasileiras completa 31 anos

Palmas: a mais jovem das capitais brasileiras completa 31 anos

COMPARTILHAR

Crédito: Flávio André/MTur

Uma cidade planejada, localizada no ponto mais central do Brasil, em meio à exuberante paisagem do Cerrado, com parques urbanos, avenidas amplas e praias de água doce. Esta é Palmas, a caçula das capitais brasileiras, que completa 31 anos nesta quarta-feira (20). Porta de entrada para quem quer conhecer o Jalapão e outros tantos atrativos naturais do estado, a capital do Tocantins encanta pelo ar jovial e promissor da cidade.

A história do município começa na Praça dos Girassóis, considerada a maior da América Latina e Centro Cívico do estado. Nela está o Cruzeiro, primeiro monumento erguido em Palmas, tombado como Patrimônio Cultural da cidade. No local também existe um conjunto de esculturas de bronze, o monumento Súplica dos Pioneiros, que homenageia os primeiros moradores que ajudaram na construção da capital.

Praça_e_Cruzeiro.jpg

Na foto, a Praça dos Girassóis, símbolo da cidade, e o Cruzeiro, cruz feita em pau-brasil, primeiro monumento histórico de Palmas. Crédito: Flávio André/MTur

A Praça dos Girassóis também foi presenteada com um dos projetos do arquiteto mundialmente reconhecido Oscar Niemeyer. O Memorial Coluna Prestes ocupa uma área de 570 m², e sua arquitetura é marcada pelas curvas sinuosas características de Niemeyer. No prédio há sala de vídeo, auditório e exposições de fotografias, documentos e objetos doados pela família Prestes.

Situada no coração do Cerrado brasileiro, Palmas é cercada de parques, áreas verdes e mais de 50 km de praias formadas por uma grande represa, que ajudam a amenizar as altas temperaturas registradas o ano inteiro.

A Praia da Graciosa, por exemplo, principal cartão postal local, possui mais de quinhentos metros de orla às margens do rio Tocantins. O local é muito procurado para a prática de esportes aquáticos, caminhadas e corrida, além de ser ponto de encontro de moradores e turistas para apreciar o pôr do sol e aproveitar a gastronomia regional nos diversos bares e restaurantes ali instalados.

Além da Graciosa, a cidade conta também com as praias do Prata, do Caju, dos Buritis, das Arnos e a Ilha Canela. Outro cartão postal, o Parque Cesamar possui lago, pedalinho, pista de corrida e caminhada, quadras de esporte e uma trilha ecológica de 2 km dentro da mata típica do Cerrado. Dentro do parque, a Casa Suçuapara reúne um acervo histórico com fotos, mapas e documentos que contam a história de Palmas.

Ponte_Palmas.jpg

As praias de água doce são formadas pelo imenso lago de Palmas que se criou com a construção da Usina Hidrelétrica Luis Eduardo Magalhães. Crédito: Flávio André/MTur

Juntamente com as cidades de Ponte Alta do Tocantins, Mateiros e São Félix do Tocantins, que também dão acesso ao Jalapão, a capital integra um conjunto de destinos do estado apoiados pelo Investe Turismo. O programa, desenvolvido pelo Ministério do Turismo em parceria com a Embratur e o Sebrae, busca estruturar e promover roteiros estratégicos em todo o país, com ações como a melhoria de serviços e atrativos, marketing e apoio ao acesso a linhas de crédito e fontes de financiamento.

TAQUARUÇU – A área rural, distante cerca de 30 km de Palmas, reúne vários atrativos naturais, como mais de 80 cachoeiras catalogadas e corredeiras. O local é muito procurado por amantes de esportes radicais. Na Serra de Lajeado, é possível praticar rapel, tirolesa e parapente. O distrito é também um refúgio para quem quer curtir o clima serrano em Palmas.

A variedade da culinária local impressiona, com diversos restaurantes que priorizam ingredientes da cozinha regional. De forma a estimular tal vocação, o MTur liberou R$ 1,2 milhão em abril deste ano para a construção de um Centro Gastronômico no distrito, que vai abrigar eventos do gênero. O valor é a primeira parte de um investimento total de R$ 2,8 milhões da Pasta, que também prevê a criação do Centro de Cultura e Arte de Taquaruçu.

Edição: André Martins

As informações são do Ministério do Turismo.