Início Cruzeiros Vai viajar de cruzeiro? Veja dicas importantes

Vai viajar de cruzeiro? Veja dicas importantes

COMPARTILHAR
Foto: Reprodução

A alta temporada de cruzeiros de vai começar e segundo a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos, a CLIA Brasil, o número de leitos para a temporada 2019/20 crescerá 6,3%.

Na última temporada, sete navios passaram na costa brasileira, gerando um impacto de R$ 1,7 bilhão para a economia e embarcando 465 mil viajantes. Já para a temporada 2019, as expectativa é de 500 mil cruzeiristas.

Se você pretende viajar de cruzeiro pela primeira vez ou já passeou de cruzeiro outras vezes, confira algumas dicas importantes do Dr. José Sallovitz, médico cardiologista e coordenador da equipe médica da Allianz Travel, para fazer uma boa viagem.

Bagagem do passageiro

Aproveite para levar ao cruzeiros roupas de lazer, calçados confortáveis e trajes para jantares especiais ou shows. Além disso, se atente aos itens de proteção da pele, medicamentos e itens para fazer curativos rápidos, por exemplo, e, como o aviso nunca é demais, a identifique corretamente.

Dicas de alimentação

Os cruzeiros contam com restaurantes a bordo, em que os viajantes podem desfrutar de culinárias nacionais ou internacionais. Com tanta diversidade de temperos, é preciso identificar quais alimentos proporcionarão uma boa experiência e não comprometerão a viagem. Logo, se você possui alguma restrição alimentar, leia bem os cardápios ou peça orientação dos ingredientes utilizados a alguém da cozinha. Além disso, dependendo da atividade que realizará no seu momento de lazer, consuma alimentos que te ofereçam leveza e, ao mesmo tempo, a energia necessária. Lembre-se: excessos não são saudáveis!

Adquira um Seguro Viagem

Como em todas as viagens, contar com um seguro é imprescindível. “Quem pensa que ele é oferecido apenas para quem viaja de avião está errado. Existe uma modalidade especial para quem irá curtir um cruzeiro, que é o seguro viagem marítimo. Com ele, o passageiro pode aproveitar seus dias em alto mar de maneira mais tranquila, sabendo que, caso haja alguma emergência médica, odontológica, de extravio de bagagem, perda ou roubo de documentos, ele contará com todo o apoio e coberturas da apólice contratada”.

Fique de olho nas crianças

Independente se seu filho ou sobrinho é um verdadeiro peixinho, todo cuidado é pouco. Embora algumas empresas disponibilizem o serviço de salva-vidas, a supervisão de um adulto é necessária para evitar afogamentos ou mergulhos em locais rasos. Crianças costumam dançar ou correr ao redor das piscinas e podem cair de forma inesperada.