Início Destinos São Pedro na rota dos destinos de natureza

São Pedro na rota dos destinos de natureza

COMPARTILHAR

Estância turística é lugar ideal para quem busca refúgio e paisagens

Cruzeiro do Facão, ponto mais alto da Serra de São Pedro e atração turística

Belas paisagens, lugar acolhedor, ideal para quem busca o refúgio longe da vida agitada dos grandes centros. Assim é São Pedro, estância turística no interior paulista, a 154 quilômetros da capital. Parada obrigatória para quem gosta de contemplar a natureza do alto e assistir a um pôr do sol inesquecível. E ainda viver momentos de muita diversão e lazer em um dos 10 parques aquáticos mais famosos da América Latina.

A estância, localizada na encosta da Serra do Itaqueri, é um destino que atrai motociclistas e motoristas que viajam pelas curvas das estradas que ligam ao município e fazem paradas nos mirantes posicionados estrategicamente para contemplar a paisagem do interior.

Um dos pontos mais visitados pelos turistas é o Parque do Cristo, no alto da serra, onde costumam fazer parada ao pé de uma grande imagem do Cristo. Perto dali está o Parque Marcelo Golinelli, que possui diversos decks com paisagens dignas de selfies, quiosques e trilhas para caminhada. Outro lugar que chama a atenção do visitante é o Parque Maria Angélica Manfrinato, que conta com lago no centro, pedalinhos e bancos à sombra das árvores.

O charmoso centro histórico da cidade costuma despertar no turista recém-chegado a sensação de que se está em um local muito distante, onde reina a paz e a harmonia. E há, ainda, atrativos culturais e históricos, como a Feira de Artes e Artesanatos, as lojas que vendem bordados e enxovais e o Museu Gustavo Teixeira, que guarda tesouros da história da cidade.

Para atender os são-pedrenses e ampliar o leque de atrações aos turistas, a Prefeitura de São Pedro investe em uma ampla programação. “Temos um calendário que prevê eventos todos os meses do ano. Em alguns períodos, como junho, julho, setembro, dezembro e janeiro há mais de um evento por mês”, conta Clarissa Campos, secretária de Turismo de São Pedro. Entre os principais, está o tradicional Carnaval da Família, as quermesses de São José, Santo Antônio e São Pedro, o Encontro de Motociclistas, São Pedro Adventure e a Semana Gustavo Teixeira.

Aventura do alto

Esportes de aventura no ar também movimentam o turismo de São Pedro. O Parque do Voo Livre, onde está localizada a rampa para decolagem de parapente e asa-delta, tem áreas para descanso e contemplação, vestiário e restaurante.

O balonismo é mais uma modalidade bastante procurada, responsável não apenas por atrair pessoas de outras localidades, mas também por divulgar São Pedro Brasil afora. Há também uma forte demanda de pessoas que vêm de diferentes partes do País em busca do voo de balão, do parapente e da asa-delta e que movimentam a rede hoteleira e toda a cadeia de serviços.

Ainda no alto da serra, as atrações turísticas são as famosas cachaças de São Pedro, a capela de Santo Antônio, a tirolesa e o antiquário Vila Del Capo.

“Já sabíamos, empiricamente, que são as belezas naturais o principal atrativo de São Pedro. Afinal, a cidade está localizada na encosta da Serra do Itaqueri, tem belas paisagens, muita natureza, diversificada rede hoteleira e gastronômica e atividades para aventureiros como tirolesa, cavalgada, passeios off road, voo livre, balonismo, visita a belas cachoeiras e parque aquático com água quente”, enumera Clarissa.

Uma pesquisa de demanda turística encomendada pelo Comtur – Conselho Municipal de Turismo, em parceria com a prefeitura mostrou que a maioria dos turistas de São Pedro mora em São Paulo e região de Campinas, mas há uma parcela significativa, principalmente entre os que fazem bate e volta, oriundos de cidades como Piracicaba, São Carlos, Limeira, Ribeirão Preto, Americana e Bauru. “Nosso objetivo é ampliar o tempo de estadia do turista que vem das cidades mais distantes e reter para pelo menos um pernoite aqueles que costumam visitar São Pedro e ir embora no final da tarde”, explica Clarissa.

Parque aquático no top 10 da América Latina

Está em São Pedro o nono parque aquático mais visitado da América Latina em 2018. É o Thermas Water Park, um complexo de piscinas e brinquedos com água que sai do subsolo já quente e que atrai uma legião de turistas.

Em 2018, foram 481 mil visitantes, 22% a mais que no ano anterior. Além de estar no “Top 10” dos parques aquáticos da América Latina, o Thermas Water Park segue investindo na construção de novos brinquedos e de um resort de 465 apartamentos. Está numa área de 4 milhões de metros quadrados, com milhões de litros de água espalhados por 13 piscinas. Com piscina de ondas, rampa de boias, complexo de toboáguas, balde maluco, área de discos, vulcão, armários para locação, o Thermas também conta restaurantes, lanchonetes, sorveteria, loja de conveniência, playground, fraldários, espaço para amamentação, copa para família, minifazenda com animais exóticos. As atrações se completam com exposições as permanentes Era Pré-Histórica, Era do Gelo, Insetos Gigantes e Gigantes do Fundo do Mar.

Rota rural

O que é destaque em São Pedro vai além da aventura e do turismo de natureza. Segmento que tem ganhado espaço, o turismo rural, além de ampliar o leque de atrativos turísticos, valoriza o que há de melhor na região e é fonte de renda para os pequenos produtores. São lugares onde os turistas podem ir para conhecer o melhor da atividade rural e ainda experimentar algumas delícias da região, inclusive feitas com o jaracatiá, fruta nativa da região.

Fomentar a agricultura familiar é outra iniciativa em São Pedro que virou atrativo turístico. A Feira do Produtor Rural é a oportunidade de expansão de negócios dos produtores, que participam ainda de eventos gastronômicos. As propriedades rurais abertas à visitação ampliam a imersão do turista no mundo rural. Na Venda do Brílio e no Quintal da Serra fazer o desjejum com um café colonial farto é uma experiência fantástica. Já no sítio Coloninha I, nos restaurantes Cachoeiras da Furna e Vila Caipira, por exemplo, é possível provar o que há de melhor na culinária caipira no almoço.

Após a refeição, dá ainda para tirar uma sesta em redes na área de descanso em volta da natureza ou andar a cavalo.