Início Destaques Carnaval exige cuidados com a saúde para os foliões que irão viajar

Carnaval exige cuidados com a saúde para os foliões que irão viajar

COMPARTILHAR
Foto: Reprodução

Faltam poucos dias para a maior festa popular do mundo. O Carnaval, que começa no próximo dia 21, agrada a todos os públicos. Durante os cinco dias de folia, há quem prefira o sossego, longe da agitação, em viagens ao interior ou em diversões moderadas, como nos clubes de bairro e blocos de rua.

Mas para os foliões que vão desfilar, seja no Sambódromo do Anhembi, na Marquês de Sapucaí, ou atrás dos trios elétricos de Salvador, exige-se uma avaliação clínica similar a de um atleta antes da competição. “Especialmente para quem terá um maior gasto energético durante o desfile, uma avaliação cardiológica específica é recomendada, com teste ergométrico e ecocardiograma, que podem identificar pacientes cardiopatas ainda assintomáticos”, afirma o cardiologista José Paulo Novazzi, da Clínica Médica do Hospital Santa Catarina.

De acordo com o médico, para curtir o Carnaval sem qualquer risco são indicados alguns exames. “É importante que a pessoa tenha feito uma consulta clínica ou cardiológica, com a realização de exames que descartem quadros de anemia, diabetes mellitus, disfunções renais, dislipidemias, doenças hepáticas e tireoidianas”, explica.

Ele destaca que, independente do perfil do folião, o ideal é manter bons hábitos cotidianos. Ingerir muito líquido, como água, suco ou chá, alimentação leve e nutritiva, e para quem ficar em área aberta, utilizar protetor solar. “As recomendações são as mesmas para todos. Mantenha-se hidratado, evite os excessos de comida e álcool”.

Para aqueles que não veem a hora de entrar na avenida, mas não querem ter surpresas indesejadas nesta reta final de preparação, o cardiologista recomenda precaução. “Durma bem, mantenha hábitos normais e nada de exageros”.