Início Destaques Cinco dicas para viagens de carro com crianças

Cinco dicas para viagens de carro com crianças

COMPARTILHAR

As estradas americanas têm excelente qualidade e são uma opção muito comum entre turistas que querem viajar pela terra do Tio Sam. Desde a emblemática Route 66 até as Scenic Routes, que têm visuais deslumbrantes e levam para locais inusitados, são destinos muito procurados por grupo de amigos e casais, mas algumas famílias dispensam esse estilo de viagem quando se fala em viajar com crianças.

Viajar com os filhos pode ser um excelente momento de compartilhar experiências inesquecíveis, além de ser muito divertido.  Mostramos que é possível curtir a estrada com a família toda. Confira as dicas:

1. Escolha do carro – Conforto e espaço são fundamentais. Mesmo em famílias de quatro pessoas vale avaliar alugar carros maiores, como minivans, no lugar dos econômicos compactos, principalmente se levarem bagagens e outros acessórios que não cabem só no porta-malas. Os adicionais também devem ser levados em consideração. O GPS é indispensável mesmo em destinos que o motorista já esteja familiarizado e para evitar ouvir incontáveis “tá chegando?” pelos pequenos passageiros; incluir a cadeirinha no pacote é uma ótima opção para não levar peso a mais no avião sem necessidade. O destino é de inverno? Pneus apropriados para neve são indispensáveis.

2. Monte o roteiro ideal – Quem tem tempo de sobra para viagem pode considerar um roteiro de carro passando por vários destinos. No caso, pesquise com antecedência: condições de estrada, sinalização, se obras estarão em andamento durante o período, e claro, as atrações imperdíveis para a criançada em cada local.  Algumas rotas já são bem famosas. Que tal combinar os parques de Orlando e as praias de Miami e Fort Lauderdale, com parada no centro espacial Kennedy Center no caminho? Ou uma viagem pela paradisíaca Costa do Golfo na Califórnia, incluindo a icônica Highway 1? Procurando um roteiro diferente? A Pensilvânia tem atrações incríveis para crianças; Filadelfia com os interativos Franklin Institute, Please Touch me museum, a beleza natural do Lehigh Valley e Hershey, cidade sede do famoso chocolate e seu Hersheypark.

3. Torne o trajeto parte do passeio – O tempo no carro pode ser longo, mas nem por isso precisa ser tedioso. Mesmo se não puder montar roteiros com vários destinos, como no item acima, com um pouco de pesquisa é possível comparar caminhos e escolher a rota com paisagens mais bonitas, ou que talvez tenha pontos legais para ver um nascer/ pôr-do-sol bacana, um restaurante temático etc.

4. Não economize nas paradas – Pressa não combina com viagens de carro. Inclua sempre um tempo para banheiro, alimentação e, dependendo da duração da viagem, considere um pernoite no meio do caminho para evitar cansaço, principalmente se só uma pessoa dirige. Só não deixe de reservar ou pelo menos pesquisar opções de estada com antecedência.

5. Planeje o entretenimento – O tempo dentro do carro também pode ser divertido e ir muito além de rádios ou playlists. Levar alguns brinquedos é regra básica, mas propor jogos de viagem também podem ser boas opções e proporcionam interação entre todos os integrantes da família. Algumas ideias:

  • O jogo dos fatos divertidos. O objetivo é conhecer melhor os membros. Para começar, cada um escreve um fato incomum sobre si em um pequeno pedaço de papel, e coloca em um saquinho (antes da viagem, para o motorista participar também). O líder então retira um papel do saquinho e lê em voz alta para os participantes. Os participantes revezam-se para adivinhar a quem pertence o ‘fato divertido’, e aquele com os palpites mais certeiros será o vencedor!
  • O jogo das celebridades. Os participantes escrevem antes de sair de casa o nome de cinco celebridades em pedaços de papel, que são colocados em um saquinho. Uma pessoa é escolhida para retirar os papéis, dar pistas e ficar responsável pela pontuação. Cada um terá um minuto para adivinhar o nome da celebridade antes que o tempo acabe. Faça pelo menos três rodadas do jogo e dê um ponto a cada nome que adivinharem corretamente. Vence o participante com o maior número de pontos.
  • Stop/Adedanha. O clássico jogo pode ser facilmente adaptado sem papel para viagens de carro. Basta escolher previamente uma categoria e uma letra. A ordem dos participantes pode ser definida pelo sentido horário ou anti-horário, por exemplo, e a cada rodada uma pessoa diferente inicia o jogo.