Início Destaques Dicas para planejar viagens de maneira correta

Dicas para planejar viagens de maneira correta

COMPARTILHAR
Foto: Reprodução

Viajar é sempre bom e recomendado, além de ajudar nno nosso bem estar, também nos enriquece de novas experiências e aprendizados. Mas muitas vezes acabamos passando por alguns problemas no trajeto que poderiam ser evitados.

Por causa disso, a Associação de Consumidores, PROTESTE, deu dicas e orientações para os consumidores que estão com viagem marcada, já que os próximos meses estão recheados de feriados, fazendo com que os consumidores já comecem a se programar. No entanto, é preciso ficar atento e conhecer os seus direitos.

Extravio de bagagem em um hotel

O hotel responde pelo prejuízo, mas é importante ter em mãos um comprovante de que a sua bagagem ficou aos cuidados do hotel antes do check-in. Ao contrário do que ocorre com as companhias aéreas, não há um valor fixo de reembolso. A avaliação é caso a caso.

Cancelamento de hospedagem

Fique atento às regras quando fizer a reserva. Em caso de agendamentos por aplicativos, essa informação está exposta no momento do agendamento. Quando a reserva é feita com o hotel, vale o que é estabelecido pela casa.

Overbooking no hotel

Hotel vai ter que cumprir a obrigação, seja devolvendo o dinheiro, seja oferecendo um upgrade ou uma vaga em outro hotel da rede. Cabe ao consumidor aceitar ou não a proposta.

Couvert artístico e gorjetas

Tudo o que é cobrado em bares e restaurantes deve ser informado com antecedência, de forma clara e visível. O consumidor pode concordar ou não em pagar couvert artístico e os famosos 10% de gorjetas aos garçons. São taxas opcionais.

Overbooking no transporte terrestre

Assim como acontece no transporte aéreo, há casos de overbooking também no transporte terrestre. Caso venda mais passagem do que ônibus disponível, a companhia tem que oferecer outra opção ao consumidor, que pode ou não aceitar a oferta.

Aluguel de carro

“Saiba exatamente quais modelos e preços são do seu interesse antes de chegar ao destino”, aconselha Henrique Lian, Diretor de Relações Institucionais e Mídia da associação, que também alerta para a realização de uma inspeção sumária no carro, principalmente nas locadoras menores. E outra dica: “As grandes locadoras têm o procedimento padrão de oferecer seguro, mas eles não são obrigatórios. Recomendamos que se faça, desde que o seguro não esteja com valor abusivo”.