Início Destaques Influência da tecnologia no setor turístico

Influência da tecnologia no setor turístico

COMPARTILHAR
Foto: Reprodução

Viajantes estão mudando o modo que eles procuram, reservam e viajam. Como a tecnologia e os passageiros influenciarão as viagens no próximo ano?

A KLM, partindo desse princípio trouxe algumas informações bem bacanas e interessantes sobre o assunto, baseada em pesquisas.

Geração Z e millennials vão para “Destinos Instagramáveis”

Pesquisas mostram que metade da Geração Z e millennials consideram quão “Instagramável” o destino deles será quando estão fazendo suas reservas. Quantos “likes” vai gerar? A garantia de tirar belas fotos de férias é pré-requisito para 25,8% deles. As fotos têm que ser autenticas e tiradas por eles pessoalmente.

Viajantes usam tecnologia de voz para navegar

Muitas pessoas gastam horas consultando mecanismos de busca e websites de pesquisa para encontrar o destino ideal. Os alto-falantes inteligentes são agora auxiliares nessa procura, com cada vez mais viajantes achando destinos e passagens aéreas adequadas usando a tecnologia de voz.

A inspiração das viagens nas redes sociais vem dos amigos e da família

É esperado que o Instagram continue crescendo como uma significativa fonte de inspiração para viagens. Os viajantes olham principalmente os posts de amigos e da família (65,3%) ou clicam em hashtags para procurar inspiração de desconhecidos (45,9%). O papel dos influenciadores e das celebridades como uma fonte para a inspiração das férias está caindo mais e mais (14,5%). Além disso, mais de 50% dos viajantes não confia nas fotos dos destinos de férias compartilhadas por influenciadores.

A combinação de viagens aéreas e de trem se tornarão mais populares

Sustentabilidade é importante e os viajantes estão levando isso em conta quando estão reservando. Isso porque as operadoras de viagem estão juntando forças sempre que possível para oferecer bilhetes de trem para distâncias mais curtas, como uma alternativa para os voos.

Você está compensando as emissões de CO2?

Cada vez mais passageiros estão compensando sua emissão de carbono. Uma pesquisa encomendada pela empresa revela que 38,8% dos viajantes planeja compensar as emissões de CO2 no próximo ano.

Seu rosto é seu passaporte

Filas serão menores nos aeroportos graças a tecnologia de reconhecimento facial. No início desse ano, a empresa realizou um teste em que os passageiros passam por postos de controle de segurança, lounges e embarque com uma selfie no aplicativo do serviço em seus telefones, em vez de apresentar seu passaporte. O aplicativo mostra aos passageiros em qual aeroporto essa tecnologia pode ser usada. Mais e mais passageiros encontrarão essa tecnologia em 2020 quando novos testes começarem. Naturalmente, está a cargo do passageiro decidir se quer testar essa inovação digital ou não.

Inteligência Artificial (IA) para diminuir os tempos de espera em situações inesperadas como tempestades, podem levar os voos a atrasos. O uso de Inteligência Artificial (IA) ajuda a reduzir inconveniências para os passageiros calculando rapidamente qual melhor tripulação e aeronave para utilizar. Isso vai alavancar a pontualidade dos voos em 2020.

Ainda mais luxo e relaxamento no aeroporto

Todos os tipos de inovação impulsionarão o modo como os viajantes passam seu tempo no aeroporto.

Em casa ou pelo celular

Os viajantes têm preferido ficar longe do telefone celular quando estão viajando, ou pelo menos usar menos. Em contrapartida, eles não conseguem ir sem o celular completamente. Cerca de 50% dos passageiros preferiria usar seus telefones por menos tempo possível durante as férias, mas indicam que nem sempre isso é possível. Quase um terço dos passageiros preferiria viajar sem o telefone, mas ficam apreensivos, por achar isso impossível.