Início Destaques Gramado e sua extensa programação

Gramado e sua extensa programação

COMPARTILHAR
Igreja Matriz São Pedro / Crédito: Cleiton Thiele

Na temporada de inverno, a cidade atrai mais de dois milhões de turistas

Por Jefferson Cruz

 

Nessa época do ano, nada melhor do que escolher uma cidade aconchegante e com excelente infraestrutura para se passar os dias mais frios do ano, né? E, certamente um dos lugares mais procurados por brasileiros e estrangeiros, em busca de temperaturas mais baixas, é a cidade de Gramado.

Localizado a apenas 104 km de Porto Alegre, o pequeno município com pouco mais de 32 mil habitantes – segundo o Censo de 2010 – é considerado o maior destino turístico do Rio Grande do Sul e atrai no período de férias mais de dois milhões de turistas – e cerca de seis milhões durante todo o ano -, seja para participar dos principais eventos culturais e gastronômicos da Serra (Festival de Cinema de Gramado e de Gastronomia); conhecer os pontos turísticos e históricos ou, para passar momentos de lazer com a família.

Em 2015, a jornalista Mariana Bueno teve a oportunidade de conhecer a cidade e o passeio foi realizado em companhia dos afilhados Thales e Ana Carolina. Bueno recorda com carinho do Lago Negro e afirma ser um ótimo local para se passar uma tarde. “Além de ter uma paisagem belíssima e ser um dos cartões postais da cidade, é um local onde a natureza encontra-se presente, pois há a presença do lago, das árvores e uma grande área de gramado. O clima é muito agradável”.

Mariana em frente ao Lago Negro / Crédito: Mariana Bueno
Mariana Bueno em companhia dos afilhados Thales e Ana Carolina / Crédito: Mariana Bueno

No entanto, o que mais chamou a atenção de Bueno foi o Mini Mundo. ” É “o mundo em miniatura. Um lugar muito bem-feito, que reproduz em detalhes diversas construções urbanas, cenas cotidianas e pontos conhecidos do Brasil e do mundo. É bem diferente, as crianças piram e para os adultos é também muito interessante de se ver. Eles têm guias que explicam tudo, o que enriquece ainda mais o passeio”.

Mino mundo, um dos pontos turísticos mais visitados / Crédito: Mariana Bueno

O contador Higor Neiva de Andrade, 31 anos, já foi à Gramado uma vez e afirma que uma das atrações que mais o encantou foi o Snowland, considerado o primeiro parque de neve artificial das Américas. “Foi uma experiência única! Passamos o dia inteiro lá, patinando, deslizando de boia na neve e andando de snowboard. Esse último, aliás, foi uma das melhores experiências. Valeu o frio e os tombos! Ao entrar no parque esquecemos fácil da vida lá fora e viramos criança. Afinal, quem não sonha em “mergulhar” em um monte de neve?”.

Higor Neiva de Andrade, no Snowland / Crédito: Higor Neiva de Andrade

Outra jornalista que esteve em Gramado e adorou a permanência por lá é Marcella Murari Oliveira, de 28 anos. Segundo Oliveira, um dos locais que mais a encantou foi o Palácio dos Festivais, espaço onde é realizado o Festival Anual de Cinema de Gramado.  “O lugar é incrível. Lá acontece o festival de cinema e diversos artistas são premiados com o prêmio Kikito. Sua arquitetura, toda de madeira e decoração luxuosa, tornam o espaço digno de espetáculos e exibições de filmes incríveis. A cidade respira e vive cultura, então com certeza é um local recomendado, bem como os museus”.

Marcella Murari Oliveira em frente Lago Negro – Crédito Marcella Murari

De acordo com Bueno, os visitantes que forem à cidade não precisam se preocupar com a infraestrutura. “Gostei muito. Acredito que, por ser uma cidade com grande fluxo de turistas, há essa preocupação em oferecer um bom serviço. Não tive nenhum problema, pois fomos bem atendidos em todos os lugares e era no mês de julho, alta temporada”, afirma.

O contador Higor também esteve satisfeito pelo tempo de permanência na cidade. “Tem ótima infraestrutura, existe organização e limpeza, além disso possui excelentes opções gastronômicas e de passeios, seja para casais ou para famílias com crianças”.

Já sobre os preços, a jornalista Marcella Murari Oliveira, afirma não ter achado valores tão elevados. “Claro que há pontos como bares e restaurantes que cobram mais, bem como as lojas, aí recomendo que a pessoa pesquise melhor e vá até Canela. As roupas de lá são mais baratas, mas de modo geral, não é tão caro quanto eu imaginava”.

“Na realidade me surpreendi com os preços, pois há diversas opções tanto de restaurantes quanto de passeios. Tudo depende do tempo que você tem na cidade e do que quer ver e fazer por lá”, afirma o contador Higor Neiva de Andrade.

Já Mariana Bueno, os considerou não tão baratos, mas segundo ela o que vale é o custo-benefício. “De toda forma, com algumas dicas é possível economizar, lanchando em padarias ou lanchonetes, se hospedando em pousadas mais centralizadas, fazendo mais passeios à pé ou solicitando que os lugares busquem, já que a maioria dos pontos turísticos oferece esse serviço”.

 

Pontos turísticos e principais atrações

Palácio dos Festivais

Av. Borges de Medeiros, 2.697, Centro, Gramado – RS

Telefone: (54) 3286-1058

Funcionamento:  como bilheteria, diariamente. Sessões de cinema às sextas, sábados e domingos, às 20h30.

Acesso gratuito

 

Parque Mini Mundo

Endereço: Rua Horácio Cardoso, 291 – Gramado-RS-Brasil

Telefone: (54) 3286-4055

Ingressos:  R$ 42,00 (inteiro) e R$ 21,00 (meio ingresso)

 

Parque Snowland

Localização: RS-235, 9009 Carazal, Gramado

Site: www.snowland.com.br

Preços: R$ 169,00 (adultos), R$ 139,00 (criança de 04 a 11 anos) e R$ 84,00 (passaporte terceira idade)

 

Gramado Summit

De 31 de julho a 2 de agosto

Telefone: (54) 3286-3313

 

Festival de Cinema de Gramado

De 16 a 24 de agosto

Site: www.festivaldegramado.net/