PUBLICIDADE

Mercado do Turismo

De cidade fantasma a famoso destino de esqui: conheça curiosidades sobre Park City, Utah (EUA)

Foto: Divulgação

Muita gente se pergunta como Park City, um destino que fica no meio das montanhas do Estado de Utah, consegue ter uma diversidade de atrações tão grande, ao mesmo tempo em que mantém o charme e as características de uma cidade pequena do velho oeste americano. São vários fatores que tornaram esse destino querido por turistas de todas as partes do mundo, inclusive por brasileiros. A história de Park City é riquíssima e mesmo nos dias de hoje os visitantes podem ver esses elementos históricos refletidos em diversas atrações pela cidade. Reunimos aqui algumas curiosidades sobre Park City que te ajudarão a entender por que esse destino é tão único.

Mineração milionária

A cidade foi descoberta em 1868 por soldados que começaram a garimpar prata e atraiu mineiros esperançosos de todo o mundo. No auge da mineração, mais de 400 milhões de dólares em prata foram extraídos das colinas ao redor de Park City e muitas pessoas se tornaram milionárias graças a essa atividade. A cidade foi fundada em 1884, chegando a 7,5 mil habitantes em 1898 – número não tão longe da quantidade de moradores atualmente. Nesse mesmo ano, um incêndio destruiu a maior parte da cidade. Os edifícios foram reconstruídos com tijolos e pedras resistentes a incêndios e ainda podem ser vistos no centro histórico.

Outro elemento dessa época que pode ser vivenciado até hoje pelos visitantes é o que os locais chamam de “apito das 22h”. Em 1905 a cidade tinha um toque de recolher e todos os dias às 22h um sino tocava para alertar os jovens sobre o início do período. O sino foi substituído por uma sirene elétrica que ainda toca todas as noites nesse mesmo horário.

Atividades na neve

Nos anos de 1930 a atividade de esqui já tinha virado moda nos Estados Unidos, e em 1946 o primeiro teleférico foi construído no Snow Park, hoje Deer Valley Resort. Porém, um período de grave crise econômica chegou logo depois, e Park City se tornou uma cidade fantasma. Depois disso, a cidade conseguiu empréstimo federal que ajudou a lançar Park City em uma nova direção e, em 1963 começou a construção de uma nova área de esqui chamada Treasure Mountain, agora Park City Mountain Resort.

Para a temporada de esqui de 2015/2016, Park City Mountain incorporou a área de Canyons Village, conectadas por teleférico. Desde então o resort se tornou o maior dos Estados Unidos, com mais de 330 pistas de esqui espalhadas por 3 mil hectares, com 9 hotéis e 12 restaurantes.

Já Deer Valley é reconhecido atualmente por ter sido o primeiro resort de esqui a oferecer um altíssimo padrão de serviço – o que depois se tornou tendência em outros resorts. Amenidades como estacionamento e transportes gratuitos, serviço de creche e recreação de crianças de altíssima qualidade, valet para esquis e locais para armazená-los são alguns dos serviços de alto padrão estabelecidos pelo resort. Além disso, Deer Valley limita o número de ingressos vendidos diariamente para evitar filas nos teleféricos e proporcionar um ambiente mais tranquilo.

Localização privilegiada

A cidade está situada nas montanhas Wasatch, a mais de 2 mil metros acima do nível do mar. Apesar de ficar na montanha, Park City fica a apenas 35 minutos de carro do novo Aeroporto Internacional de Salt Lake City, onde diariamente chegam mais de 300 voos de diferentes companhias aéreas de várias partes do mundo.

Além disso, Utah é reconhecido por ter a melhor neve do mundo, a neve “powder”, que ao cair forma um terreno bem fofinho, ideal para a prática de esportes de neve.

Legado Olímpico

Park City foi a última cidade anfitriã de jogos Olímpicos de Inverno dos Estados Unidos. Em 2002, recebeu os Jogos Olímpicos de Inverno, o que lhe rendeu o incrível Utah Olympic Park, onde é possível observar diversos atletas treinando diariamente, além de curtir diversas outras atividades divertidas, como bobsledding, tirolesa, museus gratuitos e muito mais.

É claro que Park City Mountain e Deer Valley Resort também funcionaram como locais oficiais e receberam diversas competições, mas você sabia que até a Main Street foi listada como um local oficial não competitivo do evento?

Gastronomia e entretenimento de primeira

A Wasatch Brew Pub, fundada em 1986 no topo da Main Street, foi a primeira cervejaria permitida no Estado de Utah após a revogação da Lei Seca. Hoje, a área externa da cervejaria conta também com globos transparentes mobiliados com mesas onde os visitantes podem desfrutar de uma experiência gastronômica deliciosa em segurança, quentinhos e com vistas espetaculares da cidade.

Park City também recebeu a primeira destilaria permitida de Utah, a High West, fundada em 2006. Hoje, a destilaria fica a alguns minutos da cidade, mas o edifício original fica no centro e abriga o bar e restaurante da mesma empresa que recebe os visitantes no melhor estilo “saloon” do velho oeste. Reconhecida pela boa qualidade da bebida, a High West também é o primeiro pub gastronômico ski-in/out, ou seja, em que é possível chegar e sair esquiando.

O passeio “Mines & Wines Tour” oferecido pela Fox School of Wine é a combinação perfeita de história e gastronomia. O tour de três horas passa por seis marcos históricos e em cada parada os visitantes experimentam vinhos maravilhosos. Parte do passeio é feito a pé, e outra parte é feita de carro, e inclui paradas na Mina Ontario, Primeiro Banco Nacional, Hospital dos Mineiros, local do primeiro teleférico de Park City administrado por uma empresa de mineração, e no Red Light District.

Atualmente, Park City conta com mais de 150 opções de bares e restaurantes que servem pratos locais e também gastronomia internacional. Combinado às mais de 100 opções de hospedagem, que vão desde casas de aluguel, até hotéis econômicos ou de luxo, o visitante tem muita opção para escolher no quesito hospedagem e gastronomia.

Para que o visitante possa vivenciar um pouco do passado mineiro da cidade de forma divertida e ainda aproveitar o melhor do esqui de Park City Mountain, o resort oferece diariamente um tour guiado e gratuito “Silver to Slopes Historic Mining Tour”. O passeio tem duração de aproximadamente duas horas, ideal para pessoas de nível intermediário em esqui ou snowboard, e passa por diversos locais com estruturas históricas das minas, onde é possível aprender sobre o significado por trás dos nomes de algumas pistas e lifts do resort.

O tour histórico de snowshoing oferecido pela White Pine também é uma forma de misturar a história com o presente de Park City. Essa caminhada guiada na neve dura três horas e passa por entradas e estruturas de antigas minas que ainda estão escondidas pela cidade.

Para conhecer mais, visite: https://www.visitparkcity.com/br ou acesse nossas redes em português:

PUBLICIDADE