PUBLICIDADE

Mercado do Turismo

Pesquisa mostra que brasileiro percebe o Rio de Janeiro,como um destino LGBTI friendly

“De qual forma o Rio de Janeiro é percebido pelo Brasil, como destino LGBTI?

Uma  pesquisa realizada pela Associação dos Embaixadores de Turismo do RJ e Portal Consultoria em Turismo   Bayard Boiteux, entre abril e maio de 2021, através do Ipetur – RJ (Instituto de Pesquisas e Estudos do Turismo), dirigido por Viviane Fernandes traz resultados interessantes. Coordenada por Clóvis Casemiro, vice-presidente da Diversidade da Associação dos Embaixadores de Turismo do RJ, teve o apoio da Escola Técnica de Turismo CIETH, da Sérgio Castro Imóveis e da IGLTA.

 

A enquete priorizou um público-alvo, formado por 700 pessoas, ligado ao segmento LGBTI e a metodologia utilizada para entrevistá-lo, foi  um questionário enviado  online. A principal questão era com relação ao RJ ser visto como um destino LGBTI Friendly. 86,59% disseram sim e 13,41 %, não.

 

Viajar. Segundo outros dados, 100% afirmaram gostar. 69,83% vão por conta própria, 20,11% recorrem a uma agência . Nesse quesito, 29,05% embarcam sozinhos, 29,05% com a família e 25,14%, na companhia dos amigos.

 

Durante a estadia, 66,48% falaram que têm o costume de se hospedar em hotéis, enquanto 15,64%, em Airbnb. 6,70% ficam na casa de amigos e 5,59%, em hostal. Quanto à busca de points LGBTI em viagens, 76,97% informaram que sim, mas 23,03%, não.

 

Com relação ao RJ, 92,74% comunicaram que conhecem, entretanto, 7,26% ainda não. Em caso negativo, 79,12% certificaram que viajarão para a cidade maravilhosa e 20,88%, não.  Aos que visitaram o RJ, 30 % relataram que os recursos humanos do local estão bem treinados para o segmento LGBTI. Não obstante, 70%, constataram que não.

 

A margem de erro é de 3,5%.

PUBLICIDADE