Início Destaques O segundo maior estado brasileiro

O segundo maior estado brasileiro

COMPARTILHAR

Pode ser um impacto para muitos, mas sim, o segundo maior território brasileiro está no Norte do país, o Pará, que é muito subestimado por muitos ainda, porém possui uma riqueza única e que você terá que ir mais de uma vez ao Estado para poder conhecer tudo.

O estado é formado por 144 cidades, e precisaríamos de alguns dias para poder falar de todas elas, e de mais textos do que apenas este, então vamos falar um pouquinho das cidades principais do Pará, para te deixar curioso e te dar motivos para visitar de perto o Norte.

O foco de turismo é a rica natureza do Estado, que possui uma vasta diversidade de rios, praias, fauna, floresta, já que o Pará é estado vizinho da Amazônia acaba tendo um pouco da riqueza e beleza do grande Estado. Além de estar ao lado de outros seis estados brasileiros, tendo uma diversidade de cultura bem grande também, dependendo da localização que estiver.

Comece sua viagem pela capital paraense, Belém, composta por 39 ilhas, com desataque as quatro mais exuberantes Mosqueiro, Cotijuba, Combu e Caratateua. Mas além da natureza de ilhas e jardim botânico, ainda há museus para visitar, desde os de arte, para apreciação de artes plásticas, até museus de história. E também um vasto patrimônio arquitetônico, para aqueles que apreciam as construções. Algo a se apreciar é a devoção religiosa, os artesanatos e seus ritmos contagiantes como o tecno brega.

Araguaia-Tocantins, é outro polo do estado, que é dividido por seis polos. Com uma identidade forte, presente na gastronomia, nas manifestações populares e religiosas, pelos índios, negros e portugueses, também por um rico patrimônio histórico e arquitetônico, observados em monumentos e praças. A cultura dos rodeios, cavalgadas e feiras agropecuárias também podem ser vistas. Rico em recursos minerais e naturais, onde está localizada a Hidrelétrica de Tucuruí e a extração Mineral da Serra do Carajás, projetos importantes para economia brasileira. Detentora de grandes rios, a região tem a pesca esportiva como um dos grandes atrativos.

Mais um Polo paraense é Xingu, com belas paisagens naturais, com diversidade na flora e fauna inigualável, com cachoeiras e lago de águas claras e calmaria. Também oferecendo aos turistas cenários jamais modificados pelo homem, como rios sinuosos e matas fechadas. Abrigando as maiores reservas indígenas do estado, onde vivem conforme suas regras e etnias. Com um rico e diversificado patrimônio cultural, representado pela dança, música, alimentação, oralidade, rituais religiosos, pintura corporal e no artesanato feito em cerâmica, fibras, sementes, madeira e arte plumária.

 

 

Foto: divulgação