Início Destaques TURISMO DA REPÚBLICA DOMINICANA FECHA 2018 COM BONS RESULTADOS E PERSPECTIVAS FAVORÁVEIS...

TURISMO DA REPÚBLICA DOMINICANA FECHA 2018 COM BONS RESULTADOS E PERSPECTIVAS FAVORÁVEIS PARA 2019

COMPARTILHAR

O setor de turismo da República Dominicana encerra o ano com um saldo positivo, marcado pelo aumento da chegada de turistas estrangeiros, maior capacidade hoteleira, novas rotas aéreas e a consolidação de diferentes destinos em todo o país.

“Mais e mais turistas estão vindo para descobrir todos os cantos do nosso país. Facilitar a entrada com menos procedimentos alfandegários, maior conectividade aérea e ações de promoção nos diversos mercados do mundo foram os três pilares fundamentais neste ano”, afirma Magaly Toribio, Assessora de Marketing do Ministério do Turismo da República Dominicana (MITUR). “2018 atraiu importantes investimentos em hotéis e o país continuou consolidando-se como o destino turístico mais importante do Caribe”.

Os dados oficiais do Banco Central da República Dominicana mostram que, entre janeiro e novembro deste ano, 5.009.417 turistas estrangeiros chegaram ao país por via aérea, o que significou um aumento de 297.931 visitantes em relação ao mesmo período de 2017 e um crescimento acumulado de 6,3%. Pelo mar chegaram 729.678 pessoas. O MITUR pretende fechar o ano com 6,6 milhões de visitantes, o que representaria um crescimento acumulado de 6,7%.

60% dos turistas são norte-americanos, seguidos pelos europeus (23%). Os demais mercados emissores relevantes foram América do Sul (20%), América Central e Caribe (4%) e, finalmente, Ásia. A permanência média dos visitantes foi de 8,35 noites e o custo médio por dia foi de US $ 136,30.

A abertura de novas rotas aéreas permitiu que a República Dominicana expandisse as portas de acesso este ano e tivesse maior conectividade com o mundo. Desde janeiro, a companhia aérea LATAM oferece dois vôos semanais entre Brasília e Punta Cana; em agosto, a Aerolíneas Argentinas inaugurou uma nova rota ligando Córdoba, a segunda cidade mais populosa da Argentina, e Punta Cana; enquanto em novembro a Aeroméxico abriu dois vôos semanais da Cidade do México para Punta Cana, adicionando assim o segundo destino da companhia aérea no país, já que desde 2016 voa para Santo Domingo.

A entrada dos visitantes estrangeiros também foi facilitado este ano ao incluir a tarifa do Cartão de Turista ao custo dos bilhetes aéreos, uma medida que maximiza o tempo daqueles que visitam o destino, encurtando os procedimentos alfandegários.

A preferência pela República Dominicana se refletiu em 2018 na escolha do país para sediar eventos de relevância mundial, como o famoso torneio internacional de golfe PGA Tour, realizado pela primeira vez este ano em terras dominicanas, especificamente no campo de Corales de Puntacana Resort & Club, que será a sede de novo em 2019.

Entre os destinos dominicanos mais bem posicionados está a capital de Santo Domingo, que este ano foi escolhida como a segunda cidade mais amistosa do mundo pelos leitores da prestigiada revista internacional de viagens e estilo de vida Conde Nast Traveler, destacando o encanto dos leitores pela Cidade Colonial, a simpatia do povo e o excelente serviço. Punta Cana, por sua vez, mantém a liderança em número de visitantes estrangeiros: de janeiro a setembro deste ano recebeu 3.017.054 pessoas do exterior.

O forte investimento que o setor turístico dominicano concentra (quase 20% do total do IDE em 2017) mostra o bom desempenho que vem ocorrendo e as boas perspectivas para o futuro. Entre janeiro e setembro de 2018, o Conselho de Promoção Turística (Confotur) aprovou a classificação de 51 projetos turísticos com investimento aproximado de US $ 2.809 milhões, o que proporcionará cerca de 13.500 novos quartos nos próximos três anos. No decorrer de 2018, aproximadamente 4.000 novos quartos foram adicionados à oferta turística e cerca de 6.300 foram reformados, somando-se aos 77.259 existentes.

A política de publicidade e promoção dos destinos dominicanos no exterior, realizada pelo MITUR em conjunto com o setor privado, é fundamental para explicar os resultados positivos. Durante o ano de 2018, o MITUR participou de feiras internacionais de turismo em todo o mundo, incluindo Anato na Colômbia, ABAV no Brasil, FIEXPO no Chile e FIT na Argentina. As campanhas digitais foram relevantes, considerando que uma alta porcentagem das viagens é feita dessa forma. Além disso, Caminata, a mais recente campanha promocional do MITUR para a América Latina que atravessa criativamente e destaca a proximidade das belas experiências dentro da República Dominicana, continua a cativar e contribuir para a captura do mercado; ressaltando o caso da Argentina, que se destaca por ser o quarto mercado emissor e o primeiro da América Latina.

Por causa da quantidade de moeda estrangeira que movimenta, o turismo constitui a maior fonte de renda em moeda estrangeira no país. Estima-se que até o final de 2018 as receitas atingirão US $ 7,5 bilhões, o que representa um aumento de 4,5% em relação a 2017.