Início Destaques Um final de semana na Pousada Bernúncia em Penha/Santa Catarina

Um final de semana na Pousada Bernúncia em Penha/Santa Catarina

COMPARTILHAR

Por Liberado Junior

Passar um final de semana em Penha/ Santa Catarina, não é simplesmente ter foco no Parque Beto Carreiro. Se hospedar em um lugar bacana faz parte do pacote. Eu fiquei na Pousada Bernúncia que segundo os donos era a antiga casa do casal Renato Amorim e Margarete Sá e suas duas filhas. Com experiência de quase 20 anos na hotelaria, administrando o Hotel Açoriano, eles queriam oferecer uma hospedagem diferenciada. Margarete, formada na faculdade de Turismo e Hotelaria, conheceu durante o curso o conceito “Guest House”, que traduzia bem a realidade desejada, ou seja, transformar a própria casa em pousada, oferecendo um ambiente acolhedor, quase caseiro, sem abrir mão do ótimo conforto. Na casa, além do jardim com palmeiras e árvores, ficou o piano da família, alguma mobília e vários objetos de decoração, conferindo uma atmosfera “caseira” ao ambiente. Não sendo o bastante o casal resolveu criar uma sala de leitura, onde deixaria a disposição seu acervo literário. A Sala de Leitura inicialmente continha cerca de 250 livros do acervo particular da família, mas como uma grata surpresa alguns amigos escritores e hospedes, começaram a agregar mais valor a biblioteca, deixando seus livros também a disposição de todos.

Renato Amorim, apaixonado pela cultura regional, propôs o nome “Bernúncia”, uma alusão ao Boi-de-Mamão, folguedo típico de Santa Catarina, sobretudo das comunidades litorâneas, com forte influência açoriana.

Para enfrentar o desafio de adaptar a arquitetura da casa da família para pousada, o casal procurou o amigo e excelente arquiteto César Dobner, com vasta experiência profissional e autor de grandes projetos modernos e inovadores. A competência e dedicação do arquiteto transformou a casa em pousada enriquecendo a arquitetura original, de modo que o resultado final não deixa vestígios ou sinais da reforma. César Dobner, apaixonado pelo seu trabalho, apaixonou-se pelo projeto da pousada, trabalhando como um operário, dia e noite, produzindo ideias e soluções fantásticas! Foram 10 meses de obras, com quebradeiras e reforma geral, resultando num layout moderno e com ótimo aproveitamento da luz natural. A transparência permite interação com a parte externa, gerando bem estar, conforto e identidade visual. Arquiteto formado nos tempos de “quem sabe faz ao vivo”, César Dobner concebeu muitas das criações/alterações “in loco”, na própria obra, desenhando à mão a maior parte dos projetos.

Tanto o café da manhã como o da tarde são excelentes e super agradáveis! Eu adorei

O que fazer?

Passeio de escuna, Stand Up, Caiaque, Cicloturismo e trilhas

Dica:

Tem uma Van que passa na Pousada e levar para o Beto Carreiro durante o dia,  a noite para um ciry tour por doze restaurantes na cidade, você escolhe o que quer desce e depois a Van te pega e deixa no hotel

O jornalista viajou a convite da Pousada Bernúncia, Pedrinho Tur (transfer) e MHtour