Início Companhia Aérea Corte na produção do 737

Corte na produção do 737

COMPARTILHAR

A companhia norte-americana Boeing acaba de anunciar que vai diminuir a produção do modelo 737 Max. De acordo com nota enviada à imprensa, o motivo se deve ao crescente risco financeiro que a empresa enfrenta.

A Boeing informou ainda que a redução da produção começará a partir deste mês. Da produção atual estimada em 52 aeronaves, a empresa reduzirá para 42. O objetivo é concentrar esforços na solução para aplicativo de voo.

 “À medida que continuamos a trabalhar com essas etapas, estamos ajustando o sistema de produção 737 temporariamente. Permitindo, assim, priorizar recursos adicionais para focar na certificação de software e retornar o Max para o voo. Decidimos passar a produção de 52 aviões por mês para 42”, disse a empresa em nota.

 

(Crédito: Pixabay)